top of page

Show em homenagem a Canisso terá toda a renda destinada à família do músico

Canisso, 57 anos, morreu no dia 13 de março, vítima de um infarto.

Canisso (1965-2023) — Foto: Reprodução / Instagram


O dinheiro arrecadado no "Canisso pra sempre", evento que será realizado em São Paulo, na próxima terça-feira (18), será revertido para a família do músico que morreu no mês passado. Haverá a presença de nomes como Kiko Zambianchi, BNegão e João Gordo, na noite, entre outros.


O guitarrista Andreas Kisser, do Sepultura, abre o evento com o seu projeto Os Pitais, do qual Canisso também fazia parte. "Vamos elaborar uma playlist que ele adorava e outras surpresas. Um grupo fantástico que se juntará para celebrar a vida e a memória do Canisso", disse o músico num post nas redes sociais.



A curiosidade de alguns fãs dos Raimundos é que Digão e Rodolfo Abrantes, ex-companheiros de Canisso na banda, não estão na lista de convidados do evento. De acordo com O GLOBO, a produção do "Canisso para sempre" convidou Rodolfo e Digão para o evento, mas não puderam comparecer por motivos diferentes. Rodolfo mora no Havaí e Digão já tinha compromissos.


Rodolfo esteve no Raimundos por 12 anos, até deixar o grupo por conta da conversão à religião evangélica, em 2011. Digão segue nos Raimundos, sendo o único remanescente da formação original após a morte de Canisso.



Canisso, 57 anos, morreu no dia 13 de março, vítima de um infarto. Ele deixou quatro filhos, Pedro, 20 anos, Maike, 29, Lóri, 28, e Nina, 22, frutos do seu relacionamento com a psicóloga Adriana Vilhena.


29 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page