top of page

Segundo Nile Rodgers, se David Bowie começasse a carreira na era dos streamings, não faria sucesso

"Há algo fundamentalmente equivocado nisso tudo."

David Bowie e Nile Rodgers
. CRÉDITO: Getty


Nile Rodgers, o renomado guitarrista do Chic e um dos mais influentes produtores musicais da história, expressou sua opinião de que, dadas as atuais condições da indústria musical, David Bowie teria dificuldade em se destacar se iniciasse sua carreira nos dias de hoje.


O músico lendário, que desempenhou um papel crucial na coprodução do álbum "Let’s Dance" de 1983, fez reflexões sobre o cenário musical na era digital durante uma audiência no Comitê de Cultura, Mídia e Esporte da Câmara dos Comuns do Reino Unido nesta semana. Durante a sessão, Rodgers criticou o modelo de negócios do streaming.



Ele compartilhou sua admiração pelo formato atual de música, chamando-o de "incrível". No entanto, expressou pesar pela maneira como as atuais gravadoras estão mais focadas em lucros do que em nutrir o talento de artistas verdadeiramente excepcionais. O produtor destacou a importância de apoiar talentos únicos em meio a um cenário que, segundo ele, às vezes prioriza os resultados financeiros em detrimento da autenticidade artística.


"Aos 71 anos, tenho dedicado cinco décadas da minha vida a isso. Considerando o avanço de todas as novas tecnologias ao longo de 50 anos, seria de se esperar que pessoas como eu desfrutassem de uma vida mais fácil, que todos nós prosperássemos juntos. No entanto, isso não é o que aconteceu. Há algo fundamentalmente equivocado nisso tudo" (via The Guardian).


Tomando David Bowie como exemplo de um gênio musical que poderia não ter oportunidades se estivesse começando hoje, Nile Rodgers destacou que o artista não obteve sucesso comercial global durante os anos 1970, além do Reino Unido.


"Nenhuma gravadora da era do streaming teria lhe concedido o tempo necessário para criar um álbum de sucesso em escala mundial. No entanto, deram a ele todo esse tempo para tentar lançar um hit. Ele me ligou, e foi assim que surgiu 'Let's Dance'", compartilhou Rodgers, acrescentando: "As antigas gravadoras assumiam a responsabilidade financeira e apoiavam os artistas em quem acreditavam, aguardando pacientemente pelo momento em que finalmente teriam sucesso. Infelizmente, esses dias realmente chegaram ao fim."


Parte de um grupo de especialistas em música que elaborou um relatório sobre a economia do streaming, Rodgers está contribuindo para uma análise prolongada por parte dos parlamentares do Reino Unido. Estes solicitaram uma "reformulação completa" do streaming de música em 2021 e iniciaram uma série de recomendações históricas para tornar o atual padrão da indústria mais equitativo para os artistas.


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page