top of page

Ridley Scott fala sobre seus arrependimentos ao não dirigir continuações de Alien e Blade Runner

O cineasta expressou arrependimento por ter deixado essas franquias nas mãos de outros diretores, como James Cameron e Denis Villeneuve

Aliens: O Resgate
Imagem: Reprodução.


Ridley Scott revelou em entrevista à Vanity Fair que, se pudesse voltar no tempo, teria dirigido as continuações de suas aclamadas obras "Alien" e "Blade Runner". O cineasta expressou arrependimento por ter deixado essas franquias nas mãos de outros diretores, como James Cameron e Denis Villeneuve.


"Eu sou o criador de duas franquias diferentes. A maioria dos diretores em Hollywood - e, certamente, diretores que estão no meu nível - não deixa suas criações nas mãos dos outros. Mas 'Alien, o Oitavo Passageiro' foi o meu segundo longa-metragem, e 'Blade Runner: Caçador de Androides' foi o meu terceiro. Não tive muita escolha, o controle estava com os produtores, e eles ainda não confiavam em mim", comentou Scott.


O diretor também revelou que não foi convidado para dirigir "Aliens: O Resgate" (1986) e ficou "nada feliz" ao saber que Cameron iria dirigir o filme. "Eu não era muito esperto com esse tipo de coisa na época, o que mudou bastante com o passar dos anos. Na época, eu não queria brigar por isso", confessou.


A franquia "Alien" passou pelas mãos de Cameron, David Fincher ("Alien 3", 1992), Jean-Pierre Jeunet ("Alien: A Ressurreição", 1997) e Paul W.S. Anderson (o crossover "Alien vs. Predador", 2004) antes de voltar para Scott, que dirigiu "Prometheus" (2012) e "Alien: Covenant" (2017).



O próximo filme da saga será "Alien: Romulus", dirigido por Fede Alvarez ("A Morte do Demônio") e estrelado por Cailee Spaeny ("Guerra Civil"). A estreia está marcada para 15 de agosto nos cinemas brasileiros.



61 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page