top of page

Retratos Fantasmas, um filme que elenca as histórias do Recife sob a visão de Kleber Mendonça Filho

"Retratos Fantasmas" foi lançado em 24 de agosto de 2023.

Retratos Fantasmas
Imagem: Divulgação.


Sempre que inicio um texto, gosto de trazer algum aspecto interessante que conduza tanto ao entretenimento quanto à reflexão. Nessa resenha em particular, venho compartilhar um fato curioso sobre mim para vocês: morei por um ano na cidade de Recife, capital do Estado brasileiro de Pernambuco. Um filme brasileiro lançado ao longo de 2023, Retratos Fantasmas, dirigido, roteirizado e narrado pelo ilustre cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho, fez-me relembrar esse período vivido na cidade com muito carinho. Kleber é conhecido por dirigir filmes elogiados como O Som Ao Redor, Aquarius e Bacurau.


Retratos Fantasmas é um documentário ambientado no centro do Recife durante o século XX. Em 93 minutos somos movidos pela narração, pelo roteiro e pela direção de Mendonça com a reunião de imagens de arquivo, fotografias e registros em movimento. Ele apresenta Recife, o centro dessa cidade e as salas de cinema de rua numa perspectiva memorial e social para ver, analisar e refletir em como isso afetava a sua vida, a população, os comportamentos e os acontecimentos como um todo.



O longa demorou 7 anos para ficar pronto pois necessitou fazer remasterização de fotos e vídeos antigos, bem como, trazer informações precisas sobre Recife e os cinemas de rua apresentados para mostrar uma perspectiva didática, informativa e interativa, o que faz da obra ter aspectos bem interessantes e relevantes. Esses elementos merecem ser apreciados, divulgados e conhecidos, tornando-o bastante coerente em suas respectivas propostas.



É importante ressaltar que Retratos Fantasmas possui um forte aspecto íntimo e pessoal. Kleber incorpora um material grandioso de seu arquivo pessoal, composto por fatos e memórias, utilizando fotos e filmagens, além de destacar personagens significativos em sua trajetória pessoal. Isso confere ao documentário uma homenagem calorosa e uma visão pessoal de Recife, entrelaçada com o impacto revolucionário do cinema em sua vida.


Recife, uma das cidades mais antigas do Brasil e fundamental na Região Nordeste, é apresentada de maneira marcante pelo cineasta. O diretor realiza um passeio minucioso, atento e abrangente pelos bairros, quase como um guia turístico, revelando detalhes históricos e pessoais. Vale destacar que o filme também pontua o carinho especial de Kleber pelos cinemas, em particular os cinemas de rua. Atualmente, há uma predominância grande de cinemas em shoppings e de streamings de filmes, mas Kleber ressalta a resistência e a importância cultural dos cinemas de rua, que carregam uma rica história, como evidenciado em algumas salas específicas mencionadas no documentário.



Existe outros cinemas de rua existentes ao redor do Brasil como por exemplo Cine Belas Artes e Cine Santa Tereza em Belo Horizonte, Cine Petra Belas Artes e Reserva Cultural em São Paulo, Cine Passeio em Curitiba, Cine Glauber Rocha em Salvador e o Cine Brasília em Brasília. Eles são destacados como resistentes e cruciais para incentivar o hábito de ir ao cinema e conhecer novas culturas.


Embora Retratos Fantasmas não seja um Road Movie, a técnica de amplitude de cenas e a narrativa eficaz lembram de maneira feliz o documentário Buena Vista Social Club de 1999, dirigido por Wim Wenders. Kleber utiliza essa técnica dinâmica para retratar Recife, proporcionando uma visão entusiasmada e ampla do lugar, instigando o espectador a conhecer a cidade profundamente ou a se aprofundar nas imagens e histórias apresentadas.



O uso da trilha sonora também foi considerado bem efetivo com destaque especial para as músicas "Happy End" de Tom Zé e "Meu Sangue Ferve Por Você" de Sidney Magal que deram uma harmonização muito boa entre as cenas e as histórias que foram apresentadas ao longo do tempo da película, principalmente, para apresentar as belezas e os contrastes.


O documentário oferece a visão apaixonada de um cineasta por sua cidade natal e pela sétima arte, revelando isso com brilhantismo. O filme traz à tona uma narrativa acolhedora e cativante, convidando o espectador a uma viagem envolvente por Recife, repleta de arte, cores, festividades e histórias. A película se destaca pela intimidade presente em sua narrativa, apresentando cenas imersivas que fluem habilmente entre o passado e o presente.



Com uma narração cuidadosamente elaborada, um roteiro influenciado por diversas fontes, uma produção rica e um conteúdo atemporal, o filme pode ser considerado uma verdadeira declaração de amor à cidade e ao cinema. Além disso, representa um manifesto que destaca a importância de valorizar a arte e a cultura, bem como de resgatar com sinceridade as histórias e memórias que envolvem os lugares, as pessoas e as coisas que amamos.

 

Retratos Fantasmas


Ano: 2023

País: Brasil

Gênero: Documentário

Duração: 93 minutos

Roteiro: Kleber Mendonça Filho

Direção: Kleber Mendonça Filho



 

NOTA DO CRÍTICO: 9,0

 

Trailer:



114 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page