top of page

Neil Gaiman acusado de agressão sexual por duas mulheres

Podcast investigativo revela denúncias contra o autor de Sandman

Neil Gaiman acusado de agressão sexual por duas mulheres
(Netflix/Divulgação)


Neil Gaiman, renomado autor de obras como Sandman e Belas Maldições, foi acusado de agressão sexual por duas mulheres, conforme relatado pelo portal Tortoise. Gaiman está sob investigação na Nova Zelândia e nega veementemente as alegações de sexo não consensual, afirmando que a polícia neozelandesa não aceitou sua oferta de assistência relativa à queixa de uma mulher feita em 2022, o que ele acredita indicar a falta de fundamento das acusações.


As autoridades, no entanto, afirmam que continuam a fazer "uma série de tentativas para falar com pessoas-chave como parte desta investigação". As acusações abrangem duas décadas e envolvem jovens mulheres que entraram em contato com Gaiman como babá de seu filho e como fãs de suas obras.


O caso foi detalhado pela primeira vez no podcast Master: as alegações contra Neil Gaiman, do Tortoise, que examina os relatos das mulheres sobre sexo violento e degradante com o autor. Scarlett, de 23 anos, alega que Gaiman a agrediu sexualmente poucas horas após seu primeiro encontro, em fevereiro de 2022, na Nova Zelândia, onde ela trabalhava como babá de seu filho. Gaiman afirma que eles apenas "se abraçaram" e "ficaram" no banho, com consentimento estabelecido.



A segunda mulher, identificada como K, conheceu Gaiman em uma sessão de autógrafos nos EUA em 2003, quando tinha 18 anos. Eles iniciaram um relacionamento romântico dois anos depois, e ela alega ter se submetido a sexo violento e doloroso que "não queria nem gostava."


As investigações continuam, e o caso aguarda desdobramentos.



48 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page