top of page

Mick Fleetwood gostaria de ver uma reconciliação entre Stevie Nicks e Lindsey Buckingham

"Isso não precisa necessariamente tomar a forma de uma turnê."

Mick Fleetwood, Stevie Nicks e Lindsey Buckingham
CRÉDITO: Jeff Kravitz/FilmMagic/Stephen J. Cohen/Kevin Mazur/WireImage para SN via Getty Images


Mick Fleetwood, cofundador do Fleetwood Mac, revelou seu desejo de ver uma "cura" entre seus antigos companheiros de banda Stevie Nicks e Lindsey Buckingham. Em uma recente entrevista à revista Mojo, Fleetwood abordou o relacionamento tumultuado entre os dois músicos, que foram parceiros românticos e integrantes essenciais da banda.


Nicks e Buckingham juntaram-se ao Fleetwood Mac na véspera de Ano Novo de 1974, depois de se apresentarem como a dupla Buckingham Nicks. Permaneceram como membros fundamentais até a saída de Buckingham em 1987, seguida pela de Nicks em 1990. Ambos retornaram em 1997, mas Buckingham foi demitido em 2018.


Fleetwood mencionou a barreira emocional entre os dois: "Não é segredo, não é fofoca que há uma parede de tijolos lá emocionalmente. Stevie é capaz de falar claramente sobre como ela se sente e não se sente, assim como Lindsey". Ele acrescentou: "Mas eu diria, pessoalmente, que adoraria ver uma cura entre eles – e isso não precisa necessariamente tomar a forma de uma turnê."


O relacionamento entre Buckingham e Nicks terminou em 1976, pouco antes da gravação do álbum icônico "Rumours". Apesar disso, eles mantiveram uma relação profissional até a demissão de Buckingham em 2018. Buckingham afirmou à People que sua saída foi resultado de um ultimato de Nicks à banda: "ou eu tinha que sair ou ela sairia".


O relacionamento de Buckingham e Nicks terminou em 1976, pouco antes da banda gravar seu álbum seminal 'Rumours', e eles tentaram manter as coisas profissionais enquanto permaneciam na banda juntos.



Nicks, por sua vez, negou as acusações, afirmando em uma declaração: "Eu não exigi que ele fosse demitido. Francamente, eu me demiti. Eu me afastei proativamente da banda e de uma situação que eu considerava tóxica para o meu bem-estar. Eu estava acabada. Se a banda continuasse sem mim, que assim fosse."





36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page