top of page

Michael Stipe, do REM, presta homenagem ao lendário Tom Verlaine

"Você me apresentou a um mundo que virou minha vida de cabeça para baixo. Sou eternamente grato.”

Imagem Montagem.


Ontem (28), o mundo da música perdeu o icônico cantor e excepcional guitarrista do Television, Tom Verlaine, que morreu aos 73 anos.


A morte de Tom foi confirmada por Jesse Paris Smith (filha de Patti Smith), que disse em um comunicado que o saudoso músico havia falecido após uma breve doença. “Ele morreu pacificamente na cidade de Nova York”, escreveu ela, “cercado por amigos íntimos. Sua visão e sua imaginação farão falta.”




Após a notícia da morte repentina de Verlaine, várias celebridades do mundo da cultura pop iniciaram suas homenagens àquele que revolucionou o modo de tocar guitarra na era do Punk. Michael Stipes do R.E.M. foi um dos que homenagearam a vida e memória de Tom Verlaine, dizendo: “Perdi um herói”.


“Perdi um herói. Deus o abençoe, Tom Verlaine, e obrigado pelas músicas, pelas letras, pela voz! E depois as risadas, a inspiração, as histórias e a crença rigorosa de que a música e a arte podem alterar e mudar a matéria, a vida, a experiência. Você me apresentou a um mundo que virou minha vida de cabeça para baixo. Sou eternamente grato.”


Thomas Miller, nasceu em Nova Jersey, adotou o seu nome artístico inspirado no renomado poeta francês Paul Verlaine, se apaixonou pela guitarra após ouvir '19th Nervous Breakdown' dos Rolling Stones quando adolescente.



A banda de punk rock Television foi a primeira a se apresentar no CBGB, um lendário estabelecimento de Nova York que ficou conhecido como um importante marco do movimento punk nos Estados Unidos. Naqueles anos, a casa recebeu Ramones, Patti Smith, Talking Heads e outros ícones do movimento.


"Marquee Moon", álbum de estreia do grupo, lançado em 1977, é considerado até hoje um dos principais marcos do movimento punk. Naquela época, apesar do reconhecimento, a banda já estava em meio a desavenças, com Fred Smith entrando no lugar de Richard Hell na bateria. Em 1978, apresentaram o disco "Adventure", que não teve o mesmo impacto. Pouco depois, o grupo se separou.

39 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page