top of page

Michael J. Fox revela que se "afogou" no álcool para lidar com o diagnóstico de Parkinson

“Eu era definitivamente um alcoólatra”, acrescenta, embora revele que já “passou 30 anos sem beber”.

CRÉDITO: Getty/Matt Winkelmeyer


Michael J. Fox revelou que começou a beber bebidas alcoólicas para lidar com o diagnóstico de Parkinson. A estrela de De Volta para o Futuro teve um diagnóstico degenerativo nos anos 90, mas só o revelou em 1998.


A vida do ator é o foco do novo documentário Still: A Michael J. Fox Movie, que estreou recentemente no Festival de Cinema de Sundance, e o mostra lidando com o diagnóstico que recebeu.



No longa, ele relembra que tomou remédios de dopamina “como balas” para prevenir os primeiros sintomas da patologia e, durante as gravações, segurava acessórios para esconder os tremores.

Michael J. Fox CRÉDITO: Mike Coppola/Getty Images

"Não tomei essas pílulas pelo valor medicinal, pelo conforto. Foi por outro motivo", disse ele (via USA Today) “Só havia um motivo: se esconder. Aprendi a manipular o consumo de substâncias para atingir o ápice no momento e lugar certo”


Relembrando-se do seu terrível prognóstico, Fox revela que começou a beber, explicando: “Não sabia o que estava acontecendo. Eu não sabia o que estava por vir. E daí se eu pudesse tomar apenas quatro taças de vinho e talvez uma dose?



“Eu era definitivamente um alcoólatra”, acrescenta, embora revele que já “passou 30 anos sem beber”.


Fox reconhece que sua esposa e filhos o ajudaram a ficar sóbrio, dizendo: “Por mais baixo que o álcool tenha me trazido, a abstinência me deixaria ainda mais baixo. Eu não podia mais escapar de mim mesmo.


“Você não pode fingir em casa que não tem Parkinson porque você está lá com ele. Se estou no mundo, estou lidando com outras pessoas e elas não sabem que tenho isso.”


“Para mim, a pior coisa é a moderação. O pior é estar confinado e não conseguir ter saída”, acrescenta, admitindo nos primeiros tempos “há alturas em que eu dizia: 'Não há saída para isto'”.

30 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page