top of page

Matty Healy, do The 1975, abandona as redes sociais: “A era de eu ser um babaca chegou ao fim”

"Eu só quero ser um cara normal"

CRÉDITO: Burak Cingi/Redferns para ABA


O carismático Matty Healy, vocalista da banda The 1975, anunciou que deixou as redes sociais para ter um pouco de paz, dizendo aos fãs que “já chega”.


O cantor desativou sua conta no Instagram no último final de semana, segundo o Evening Standard. Isso ocorreu após Healy anunciar ao público, durante o show da banda em Adelaide, Austrália, na segunda-feira (10 de abril), que ficaria offline mais uma vez.



“É porque tudo acontece em eras”, ele explicou sobre sua decisão. “The 1975 é uma banda de muitas eras. A era de eu ser um babaca está chegando ao fim. Eu já tive o suficiente".

O vocalista continuou: “Eu me apresento o tempo todo e é meu trabalho e adoro fazer isso, mas não posso mais me apresentar fora do palco porque só quero ser um cara normal”.


Em 2020, Healy desativou sua conta no Twitter após ser criticado por postar uma postagem sobre George Floyd que continha um link para o single 'Love It If We Made It' do The 1975 (a faixa inclui o verso: “Vender melanina e depois sufocar os Black homens”).


Depois, disse que havia se tornado uma "pessoa muito melhor" desde que deixou de postar na internet.



“[Cancelar a mídia social] foi obviamente uma reação a ser imprudente e ser cancelado inicialmente, mas isso é algo que se tornou uma ocorrência quase semanal”, explicou ele na época.


No verão, o 1975 promete fazer grandes apresentações ao ar livre no Finsbury Park de Londres, no St. Anne's Park de Dublin e no Musgrave Park de Cork. Além disso, eles também serão a atração principal do TRNSMT Festival em Glasgow, do Big Weekend da Radio 1 em Dundee e do Parklife de Manchester.

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page