top of page

Maníaco do Parque vai ganhar filme e série documental pelo Prime Video

A estreia das produções estão programadas para 2024.



Nesta terça-feira (25), o Prime Video anunciou o desenvolvimento de duas produções sobre o Maníaco do Parque, o famoso assassino em série que aterrorizou São Paulo nos anos 1990. Uma das produções será um filme intitulado "Maníaco do Parque", enquanto a outra será uma série documental intitulada "Maníaco do Parque: A História Não Contada".


O filme tem direção de Maurício Eça, produção de Marcelo Braga e roteiro escrito por L.G. Bayão. A jornalista investigativa e documentarista Thaís Nunes atua como pesquisadora principal.



A série documental adota uma nova perspectiva, focando nas vítimas sobreviventes e nas famílias das mulheres assassinadas pelo Maníaco do Parque. Com depoimentos inéditos e revelações surpreendentes, a produção explora equívocos na investigação e o papel da mídia no decorrer dos eventos. A direção do documentário é compartilhada por Thaís Nunes e Maurício Eça, enquanto a produção fica a cargo de Marcelo Braga, que também é o produtor executivo ao lado de Flávia Tonalezi. O roteiro é assinado por Thaís Nunes e Guilherme César.


O filme fictício contará com Silvero Pereira interpretando Francisco de Assis Pereira, o criminoso acusado de agredir 21 mulheres, resultando na morte de dez delas, com seus corpos escondidos no Parque do Estado, em São Paulo. A história do assassino e os detalhes de sua psicopatia são revelados por Elena, uma repórter iniciante interpretada por Giovanna Grigio, que vê na investigação dos crimes uma oportunidade para impulsionar sua carreira. Enquanto Francisco continua solto, atacando mulheres, sua fama na mídia sensacionalista cresce rapidamente, gerando terror na cidade de São Paulo.



De acordo com o Prime Video, os projetos foram desenvolvidos a partir de uma "pesquisa sem precedentes" conduzida pela produtora Santa Rita Filmes, responsável pelas duas produções. Para a criação dos roteiros, foram analisadas mais de 20 mil páginas do processo e realizadas entrevistas com mais de 50 pessoas, incluindo sobreviventes, familiares das vítimas, promotores, delegados, peritos, psicólogos, psiquiatras e advogados.


Ambos os títulos estão programados para serem lançados na plataforma de streaming em 2024.



14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page