Madonna, sobre a coleção NFT em 3D de sua vagina: "Estou dando à luz a arte e a criatividade"



A estrela pop Madonna, rebateu as críticas negativas que sua coleção NFT em 3D da sua vagina causou nesta semana.


No início desta semana, a cantora e compositora anunciou estar lançando uma coleção de tokens 3D fungíveis beneficentes incluindo um vídeo de seu avatar dando à luz a insetos, borboletas e árvores.


Madonna anuncia lançamento de nova coletânea abrangendo toda sua carreira


A coleção Mother Of Creation da estrela pop é descrita no material de imprensa como um “trabalho de amor” feito ao longo de um ano com o artista digital Beeple (Mike Winkelmann) que vendeu um NFT no ano passado por US$69 milhões (£55 milhões).


Desde então, vários fãs foram as redes sociais para criticar o NFT e expressar sua confusão sobre sua premissa. Um usuário do Twitter escreveu: "Por que Madonna teve que ir e fazer isso no mercado”, enquanto outro disse: “Eu não tinha uma árvore crescendo da vagina de Madonna NFT no meu cartão de bingo de 2022, mas aqui estamos”.


Reconhecendo as críticas e aqueles que podem ter ficado “estranhos” com isso, Madonna disse a Winkelmann que “não é sempre que uma centopeia robô rasteja para fora da minha vagina”.


“Estou fazendo o que as mulheres fazem desde o início dos tempos, que é dar à luz. Mas em um nível mais existencial, estou dando origem à arte e à criatividade e estaríamos perdidos sem ambas.”


Ela ainda disse: “Acho muito importante que muita reflexão e conversa tenham sido feitas para criar esses vídeos”.



Mother Of Nature é o primeiro trabalho da série, que é seguido por Mother Of Evolution (contendo letras de 'Justify My Love' e a música original de Igor Bardykin) e, por último, Mother Of Technology.


Às três obras foram leiloadas na quarta-feira (11) através do mercado NFT SuperRare. Dois foram arrematados, enquanto a Mother Of Nature NFT ainda está aceitando lances no momento da publicação.


Todos os rendimentos das três obras de colecionáveis ​​renderizados digitalmente irão para três instituições de caridade: a Voices of Children Foundation, que ajuda mulheres e crianças afetadas pela guerra na Ucrânia; a Fundação Cidade da Alegria, que defende as vítimas da violência na República Democrática do Congo; e Black Mama's Bail Out, que oferece fiança para cuidadores encarcerados.

 

27 visualizações0 comentário