top of page

Música brasileira perde Rui Motta, ex-baterista dos Mutantes

Motta foi essencial para Os Mutantes entre 1973 e 1978.

Rui Motta
Imagem: Reprodução.


Rui Motta, ex-baterista da banda Os Mutantes e renomado na música brasileira, faleceu na quarta-feira (17), aos 72 anos. Sua morte foi anunciada via Instagram, com uma homenagem ao seu legado e luta.


Motta foi essencial para Os Mutantes entre 1973 e 1978, participando de álbuns marcantes como "Tudo foi feito pelo sol" e "Mutantes ao vivo". Além disso, colaborou com grandes nomes da música no Brasil, incluindo Zé Ramalho e Ney Matogrosso. A causa do falecimento não foi divulgada.




Rui Motta, além de sua colaboração com artistas e bandas, lançou quatro álbuns em carreira solo. Ele também criou uma linha de baquetas com seu nome, o modelo 1002 Rui Motta, produzido pela C. Ibañez. No campo educativo, Motta foi autor de sete livros e produziu numerosos vídeos instrucionais disponíveis online. Em 2006, fundou a Oficina de Bateria Rui Motta no Rio de Janeiro, uma escola especializada na formação de bateristas, com um programa desenvolvido e organizado por ele.




28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page