top of page

Luiz Schiavon lançou single com RPM uma semana antes de sua morte; ouça

Ao longo de quase quatro décadas, o RPM experimentou diversas mudanças e alcançou vendas de milhões de discos.

Luiz Schiavon era tecladista e fundador da banda RPM Reprodução/Instagram


Na madrugada desta quinta-feira, Luiz Schiavon, o talentoso tecladista e fundador do RPM, lamentavelmente faleceu aos 64 anos. Ele enfrentava complicações de uma doença autoimune que estava tratando há cerca de quatro anos.


Pouco antes de sua partida, Schiavon havia lançado um single em parceria com a banda, evidenciando seu comprometimento com a música até os últimos momentos de sua vida. Infelizmente, a cirurgia realizada para tratar essas complicações não obteve sucesso, resultando em sua triste perda.



A nova faixa foi intitulada "Promessas", foi escrita em colaboração por Schiavon e Fernando Deluqui. Durante a sessão de gravação, Schiavon assumiu a responsabilidade dos teclados, enquanto Deluqui contribuiu com a guitarra e os vocais. Dioy Pallone foi encarregado do baixo e dos vocais de apoio, e Kiko Zara assumiu a bateria, além de fornecer vocais de apoio.


Ouça o single abaixo:


Três dias atrás, a banda compartilhou um vídeo de uma apresentação em Muzambinho, localizado em Minas Gerais. Na publicação, os membros expressaram sua esperança de uma rápida recuperação e retorno pleno de Luiz Schiavon às atividades da banda.



Em novembro de 2022, o talentoso tecladista fez um esperado retorno aos palcos, após um período de dois anos afastado devido a questões de saúde. Foi durante o espetáculo comemorativo do aniversário de 165 anos da cidade de São Carlos, em São Paulo, que um momento particularmente emocionante marcou o reencontro de Schiavon com as apresentações ao vivo. Naquela noite inesquecível, o membro original da icônica banda RPM não conseguiu conter as lágrimas e expressou sua gratidão pela calorosa recepção do público.


Ao longo de quase quatro décadas, o RPM experimentou diversas mudanças e alcançou vendas de milhões de discos. No ano de 2019, Dioy Pallone juntou-se à banda após a saída do vocalista e baixista Paulo Ricardo. Nessa época, ele uniu-se ao tecladista Luiz Schiavon, ao guitarrista Fernando Deluqui e ao baterista Paulo P.A. Pagni para realizar uma turnê.



No mesmo ano, infelizmente, ocorreu o falecimento de Paulo P.A. Pagni, aos 61 anos, devido a complicações respiratórias. Schiavon compartilhou em suas redes sociais fotos do colega de banda com um tom de saudade e prestou homenagens. Kiko Zara, que já trabalhava com o grupo desde 2018, assumiu o posto de baterista em substituição a P.A.

92 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page