Jarvis Cocker fala sobre a decisão da Suprema Corte dos EUA durante o Glastonbury 2022

“Parece apropriado cantar essa música, e especialmente com essa mudança de letra”

Jarvis Cocker no Park Stage em Glastonbury. CRÉDITO: Parri Thomas

Jarvis Cocker tocou ontem (26), no festival Glastonbury, e aproveitou a ocasião para manifestar sua indignação sobre a decisão da Suprema Corte em anular Roe v. Wade.


Antes de tocar a faixa 'Cunts Are Still Running the World', o ex- vocalista do Pulp disse ao público que ele e sua banda JARV IS resolveram mudar a letra.


"Você pode reconhecer a música da coisa", disse ele. “Continuamos tentando parar de tocar essa música e então as coisas acontecem no mundo e temos que continuar tocando. Mas nós mudamos as palavras no outro dia porque eles não permitiram que fosse à televisão.


Ele acrescentou: “Parece apropriado cantar essa música, e especialmente com essa mudança na letra. Normalmente, as palavras-c ainda estão dominando o mundo. Hoje estamos mudando para os idiotas que ainda estão rodando o mundo. Estamos cantando sobre o Oceano Atlântico porque um certo julgamento foi feito, principalmente por homens, dizendo às mulheres o que elas podem e não podem fazer com seus corpos, então isso vai para esses caras.”


Cocker e sua banda tocaram no Park Stage na noite de domingo (26), antes de Courtney Barnett. Momentos antes, Jack White apresentou um set surpresa no mesmo palco.


 

13 visualizações0 comentário