top of page

James Earl Jones, voz de Darth Vader, aprova tecnologia de IA para recriar sua voz

A tecnologia foi usada para replicar sua voz em 'Obi Wan Kenobi'

CRÉDITO: Theo Wargo/Getty Images for Tony Awards Productions/Alamy

James Earl Jones anunciou sua aposentadoria e com isso não fará mais a voz emblemática do vilão Darth Vader, em Star Wars, após 45 anos no papel.

 


 


Conforme relatou a Varity Fair, o ator, de 91 anos, concordou com o uso de sua voz já armazenadas em arquivos antigos para futuros projetos da Lucasfilm usando inteligência artificial.


“Ele mencionou que estava pensando em encerrar esse personagem em particular”, disse Matthew Wood, um veterano da Lucasfilm. “Então, como vamos seguir em frente?”


A Lucasfilm fez parceria pela primeira vez com a Respeecher, uma start-up ucraniana que usa tecnologia de IA para criar novos diálogos a partir de gravações de voz antigas, na série do Disney The Book Of Boba Fett para replicar a voz do jovem Luke Skywalker.


A voz de Jones foi recriada artificialmente para Darth Vader na série recente Obi Wan Kenobi, embora a Lucasfilm tenha dito que o ator “orientou” a performance. Após a estreia da série, a família de Jones disse a Wood que estava satisfeita com o resultado da empresa de IA.


O ator dublou pela primeira vez o vilão clássico em Star Wars: Uma Nova Esperança de 1977, onde o personagem foi fisicamente retratado por David Prowse.

 


 


A última série de Star Wars a ser lançada é Andor, uma prequela ambientada (cinco) anos antes dos eventos do filme Rogue One, de 2016. Diego Luna reprisa seu papel como Cassian Andor, ao lado de Genevieve O'Reilly, Stellan Skarsgard, Forest Whitaker e Fiona Shaw.

 

24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page