top of page

Indústria de computadores sofre a pior queda de vendas em quase uma década; confira

Vendas totais ainda estão bem acima dos níveis pré-pandemia


Segundo a empresa de consultoria e pesquisa Gartner, as indústrias de PCs em todo o mundo sofrera um “declínio mais acentuado em nove anos” durante o segundo trimestre de 2022.


No entanto, os jogadores de PC não devem se preocupar, pois, as vendas totais ainda estão bem acima dos níveis pré-pandemia. As remessas de PCs totalizaram 72 milhões de unidades no segundo trimestre de 2022, um declínio de 12,6% em relação ao mesmo período de 2021 e o “declínio mais acentuado em nove anos”.


Outra empresa de pesquisa, a IDC, relatou a segunda queda trimestral consecutiva, após uma queda de 15,3% nas vendas neste trimestre. Aparentemente, é a pior queda trimestral desde que começou a acompanhar o mercado em meados da década de 1990. Os números diferentes vêm de uma discrepância na forma como às duas empresas relatam os produtos da Apple.


O declínio está sendo atribuído a desafios geopolíticos, econômicos e da cadeia de suprimentos.


“O declínio que observamos no primeiro trimestre de 2022 acelerou no segundo trimestre, impulsionado pela instabilidade geopolítica em curso causada pela invasão russa da Ucrânia, pressão inflacionária sobre os gastos e uma queda acentuada na demanda por Chromebooks”, disse o diretor de pesquisa do Gartner. Mikako Kitagawa em um comunicado a imprensa.


“As interrupções na cadeia de suprimentos também continuaram, mas a principal causa dos atrasos na entrega de PCs mudou de falta de componentes para interrupções na logística. Os compradores corporativos continuaram a experimentar prazos de entrega de PC mais longos do que o normal, mas os prazos de entrega começaram a melhorar no final do segundo trimestre, em parte porque as principais cidades da China reabriram no meio do trimestre", com o relaxamento das restrições da COVID-19.


“Para manter os lucros à medida que a inflação aumenta os custos, a indústria de PCs está tendo que aumentar os preços médios de venda (ASPs) apesar do enfraquecimento da demanda”, acrescentou Kitagawa.

 

34 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page