top of page

Em 'Cássia Eller & Victor Biglione in Blues', Cássia Eller mostra que possuía o Blues na alma

"Cássia Eller & Victor Biglione in Blues" é um disco póstumo da cantora brasileira que foi lançado no seu 60º aniversário de nascimento em 10 de dezembro

Cássia Eller. Foto: Divulgação.


Quando faleceu aos 39 anos em 29 de dezembro de 2001, a talentosa cantora Cássia Eller estava em pleno auge, após ter gravado e lançado seu bem-sucedido “Acústico MTV”, ter feito um show histórico no Rock In Rio, tinha completado recentemente 39 anos e estava vivendo uma vida pessoal realizada ao lado de seu filho Chicão e sua companheira Maria Eugênia.


Seu falecimento prematuro deixou e ainda deixa muitas saudades com seu talento, seu carisma e sua potência vocal que influenciou artistas através de músicas e discos que merecem ser ouvidos e divulgados pelas mais diversas gerações. Entre as pessoas que forma nitidamente tocado pelo talento da artista foi seu filho que seguiu carreira musical e passou a se chamar de Chico Chico, mas isso já é papo para outros textos.



Em 2022, Cássia Eller se estivesse viva teria completado 60 anos no dia 10 de dezembro e para a surpresa de muitos, a gravadora Universal Music, lançou nos streamings, o disco "Cássia Eller & Victor Biglione in Blues". O álbum foi gravado entre o fim de 1991 e o início de 1992, é um registro musical da cantora com o guitarrista argentino Victor Biglione que fez parte do ilustre conjunto brasileiro A Cor do Som.


Na época que foi gravado, a Polygram (hoje Universal Music), não lançou o álbum e o engavetou, pois na época a jovem artista estava formando sua identidade musical que flertava muito com o Pop, o Rock e a MPB e também porque economicamente, o Brasil não estava bem. Até mesmo no âmbito social. O país declinava com o governo Fernando Collor.


Felizmente, a gravadora não excluiu o álbum de seus arquivos e o lançou para reparar um erro do passado. Esse é um registro que teria sido muito bem acolhido pelos fãs e críticos se tivesse sido lançado na época. Um álbum que com certeza tocaria muito pela MTV Brasil e TV Globo. E sim, venderia muitas cópias em sua versão física nas mais diversas e amadas lojas de disco pelo Brasil.


Esse lançamento comprova que a artista misturava e cantava vários gêneros musicais sem perder a essência. É só lembrar que ela fez uma versão acústica do inesquecível samba “Vá Morar Com o Diabo” do sambista Riachão no “Acústico MTV”.

O trabalho póstumo possui 10 músicas que comprovam que Cássia e Victor tinham o Blues bem carregado em suas almas. Com destaque para “I’m Your Hoochie Cooche Man” e “When Sunny Get's Blue”, que dão uma projeção muito boa do que esse trabalho representa com vozes e instrumentos muito bem acentuados e palatáveis que são admiráveis. Outras faixas de destaque estão em “Prison Blues” e “Got To Get Into My Life”, que possuem sons marcantes de guitarras. “If Six Was Nine” tem um som marcante e “Same Old Blues” agrada com seu instrumental maravilhoso.



'Cássia Eller & Victor Biglione in Blues' não é um disco póstumo qualquer. Ele contém timbres e vozes profundas, produção elevada e uma Cássia Eller que apesar de início de carreira, já se mostrava uma artista atenciosa, esforçada e exuberante. Características que fizeram da artista uma cantora admirável, amável e inesquecível. Em sua curta trajetória, Eller encantou o público e crítica com sua postura de palco e seu talento de sobra.


É preciso louvar grandes nomes da música, independente de estarem vivos ou mortos, Cássia Eller é a prova que esse reconhecimento é importante desde sempre.

 

Cássia Eller & Victor Biglione in Blues

Cássia Eller e Victor Biglione


Gênero: Blues, Rock, Blues-Rock.

Ouça: "When Sunny Get's Blue”, “Prison Blues” e “Got To Get Into My Life”.

Humor: Nostálgico, agridoce, simpático


 

NOTA DO CRÍTICO: 9,0

 

Spotify:


 

Ouça "When Sunny Get's Blue


146 visualizações0 comentário
bottom of page