top of page

Eloy Casagrande fala sobre sua saída do Sepultura: "Sou grato a todos os membros e à equipe"

Casagrande expressou seu posicionamento sobre a saída através de uma declaração nas redes.

Eloy Casagrande
Reprodução/ Instagram/ @pepo_herrera

Nesta terça-feira, a banda Sepultura revelou que Eloy Casagrande, seu baterista, decidiu deixar o grupo para se dedicar a um projeto inédito, provocando ampla discussão entre os fãs nas redes sociais. Casagrande expressou seu posicionamento sobre a saída através de uma declaração nas redes, onde destacou o privilégio de ter integrado a mais icônica banda de metal do Brasil.


"Foi uma honra fazer parte do Sepultura, vivenciando uma das jornadas mais significativas e enriquecedoras da minha vida. Sou grato a todos os membros e à equipe", compartilhou o músico. Ele recordou os quase treze anos de contribuição ao grupo, marcados por aprendizado, envolvimento em cada canção, apresentação e gravação. "A experiência incluiu três álbuns aclamados pela crítica, shows por todos os continentes e incontáveis memórias. Portanto, minha gratidão ao Sepultura e aos seus seguidores é imensa", acrescentou.


Casagrande também refletiu sobre a complexidade de sua decisão, indicando que, embora possa parecer inesperado para os fãs, era necessário pensar em futuros desafios. "Estamos constantemente diante de escolhas difíceis. Minha saída não diminui meu respeito e gratidão pela banda. Há muito o que esperar pela frente", concluiu.



Em resposta, o Sepultura nomeou o americano Greyson Nekrutman como o novo baterista, expressando desapontamento com a maneira abrupta com que Casagrande comunicou sua decisão no último dia 6 de fevereiro, "sem prévio aviso ou discussão sobre a transição". A banda deseja sucesso a Casagrande em seus futuros empreendimentos, ao mesmo tempo que se prepara para uma nova fase com Nekrutman.

84 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page