top of page

Diretor de Rust recorda momento trágico das filmagens em depoimento judicial

O incidente resultou na morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins em outubro de 2021.

Alec Baldwin
GETTY IMAGES


Durante um recente depoimento no tribunal, o diretor Joel Souza relembrou os trágicos eventos ocorridos nas filmagens do filme "Rust", que levaram à morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins em outubro de 2021.


Hutchins foi fatalmente atingida por um disparo feito pelo ator Alec Baldwin, num incidente que também feriu Souza.


O uso de armas reais em produções cinematográficas para adicionar realismo às cenas é uma prática comum em Hollywood, onde munições reais são substituídas por balas de festim. No entanto, um descuido da produção de Rust resultou no uso de munição real no set, culminando no incidente fatal.



Eu me posicionei atrás dela apenas para tentar visualizar no monitor, quando ocorreu um barulho extremamente alto. Foi ensurdecedor.

Atualmente, Hannah Gutierrez-Reed, supervisora de armas do filme, enfrenta julgamento por homicídio culposo, acusada de negligência, apesar de se declarar inocente. Alec Baldwin, por sua vez, será julgado sob as mesmas acusações em julho de 2024 e também nega qualquer culpa, alegando que nunca acionou o gatilho da arma.


No julgamento de 1º de março, Souza testemunhou que, no momento do disparo, havia se posicionado atrás de Hutchins para melhor visualizar o ângulo da câmera, mas não viu a arma disparar. Após ser atingido, Souza recorda ter ouvido Gutierrez-Reed pedir desculpas, enquanto era repreendida e retirada do local por outra pessoa.



O incidente chocou a indústria cinematográfica e reacendeu debates sobre a segurança no set de filmagens, especialmente no que tange ao uso de armas reais durante a produção.

10 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page