top of page

Daryl Hall & John Oates: Juiz prolonga bloqueio temporário de venda

Um mediador será designado para tentar resolver a disputa sobre o destino da propriedade intelectual associada à marca Hall & Oates.

Daryl Hall & John Oates
Imagem: Reprodução.


Na última quinta-feira (30), um juiz em Nashville determinou que John Oates deve aguardar e não empreender "ações adicionais" para vender sua metade da parceria comercial com Daryl Hall sem o consentimento do colega. Um mediador será designado para tentar resolver a disputa sobre o destino da propriedade intelectual associada à marca Hall & Oates.


Um documento contendo a decisão preliminar foi adquirido pela Rolling Stone. Nele, o juiz determinou que Hall havia "demonstrado adequadamente o risco de danos irreparáveis" caso as negociações com a Primary Wave IP Investment Management fossem permitidas a prosseguir.



Anteriormente, o tribunal havia emitido uma ordem de restrição temporária em relação à proposta. Até o momento, a Whole Oats Enterprises mantém o controle sobre as marcas registradas de Hall e Oates, os direitos de nome e imagem pessoal, os recordes de receita de royalties e as propriedades de mídia social e sites.


"Os indivíduos envolvidos nesta disputa são dois dos músicos mais reconhecidos e aclamados da nossa era. A solicitação de uma medida cautelar para manter a situação atual é fundamentada."

No mês passado, Hall moveu um processo judicial e solicitou uma ordem de restrição contra seu parceiro após descobrir que este planejava vender sua participação na parceria conjunta para a empresa Primary Wave.



Conforme registros, o músico afirmou que Oates deliberadamente planejou sua decisão para coincidir com o início de sua nova turnê solo. Hall alega que isso foi uma espécie de "emboscada" destinada a distraí-lo, numa tentativa de "causar intencionalmente o máximo de dano".


Ativos desde 1970, Hall & Oates constituem o duo mais bem-sucedido na história da música pop, com mais de 40 milhões de álbuns vendidos globalmente. Contudo, a colaboração parece apresentar sinais de tensão há algum tempo. Durante sua participação no podcast Club Random em 2022, Hall descreveu Oates como seu parceiro nos negócios, mas não no âmbito criativo.


Nos últimos decênios, os artistas compareceram aos tribunais em duas ocasiões, ambas como parte autora. Em 2008, entraram com uma ação contra sua antiga gravadora alegando apropriações financeiras indevidas. Já em 2015, um ano após sua indução ao Rock and Roll Hall of Fame, processaram uma empresa de granola que começou a comercializar um produto denominado "Haulin' Oats".

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page