top of page

Dívidas de Michael Jackson chegam a US$ 500 milhões, revela espólio do cantor

O número impressionante deve-se a “dívidas e créditos de credores”, entre outras despesas

Michael Jackson
AFP/Arquivos


Apesar de ser um dos maiores nomes da música mundial, responsável por sucessos como "Billie Jean", "Beat It", "Smooth Criminal" e "Rock With You", Michael Jackson acumulou uma dívida significativa nos últimos meses de sua vida. De acordo com documentos judiciais, o Rei do Pop faleceu com um débito de aproximadamente US$ 500 milhões (cerca de R$ 2,8 bilhões na cotação atual).


Conforme informações do NME, os documentos foram apresentados em 21 de junho pelos responsáveis pelo espólio de Jackson, que destacaram a existência de "dívida e reivindicações de credores, com parte da dívida vencendo juros a taxas extremamente altas e parte em inadimplência".


Além disso, Jackson enfrentou mais de 65 denúncias feitas por credores, o que resultou em novos litígios. No processo arquivado no Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, a equipe do espólio detalhou como solucionaram essas reivindicações.



Uma das principais dívidas do cantor era com a produtora AEG, que supostamente emprestou US$ 40 milhões para a turnê This Is It, interrompida pela morte do artista. Conforme relatado pelo NME, Michael Jackson também lidou com processos judiciais nos EUA e em outros países. Na nova ação judicial, os executores do espólio solicitaram o reembolso de despesas jurídicas, usando fundos do patrimônio para cobrir serviços advocatícios prestados em 2018.





51 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page