top of page

Critica: 'Persuasão', uma adaptação cinematográfica que não faz jus à obra de Jane Austen; Confira

Persuasão é um dos piores filmes de 2022, uma trama sofrível, personagens nada empáticos e direção hedionda


Jane Austen é uma das maiores escritoras da história. A autora inglesa, que faleceu aos 41 anos em 1817, possui uma obra literária gigantesca do qual, vários livros já foram adaptados para inúmeros filmes como “Razão e Sensibilidade”, “Orgulho e Preconceito” e “Emma”. Entre essas obras está “Persuasão” que virou recentemente uma adaptação cinematográfica nas mãos da Netflix. Portanto, o filme não chega nem perto do legado cultural que Jane Austen e seus livros representam para a cultura pop e literatura.


O filme, assim como o livro, nos apresenta a história Anne Elliot e sua família rica a beira da falência, Anne não consegue se adaptar ao seu tempo e fica abalada emocionalmente ao se reconectar com uma antiga paixão, Frederick Wentworth, que ela rejeitou no passado. Com isso, a jovem deve escolher entre deixar o passado para trás ou ouvir seu coração e tentar dar uma segunda chance ao amor.

Diferente do livro onde a história é interessante e profunda, o filme passa muita superficialidade na sua trama, roteiro horrível e sua produção é péssima.

A personagem Anne é interpretada pela Dakota Johnson (filha do grande ator Don Johnson que fez o fabuloso seriado 'Miami Vice'), traz uma interpretação boa, mas não convincente, onde não é possível sentir muita empatia pelas suas características esnobes. Já, Cosmo Jarvis (o carismático Barney de Peaky Blinders), interpreta o personagem Frederick Wentworth, e não apresenta nem um pouco de carisma, uma atuação no piloto automático que segue muito arrastada por todo o filme.


Além disso, os diálogos não são legais, não transmitem emoções o suficiente, além de personagens com uma fixação irritante pela câmera, tentativas frustradas de quebrar a “quarta parede” ao não saber como usar os artifícios que a série Fleabag usa para fazer esse ato. Uma modernidade que ficou extremamente decepcionante e estranha.


Outro ponto negativo, está na direção de Carrie Cracknell. Ela é uma respeitada e premiada diretora de teatro no Reino Unido, a ponto de ter sido membra da direção artística de alguns famosos grupos teatrais britânicos. Aqui, ela entrega uma direção de dar pena por não ter senso, coordenação e demonstrar uma enorme insegurança ao não usar seu talento para trazer entretenimento e desenvolvimento para a obra. O que realmente salva um pouco o filme é a atuação de Dakota Johnson, mas, por mais que tente, não consegue tampar os buracos e falhas deixados pelo roteiro falho.


Persuasão é um dos piores filmes de 2022, uma narrativa nada convincente, além da direção deplorável, a maioria do elenco apresenta atuações fracas e sem empatia, o roteiro que não consegue caracterizar a obra literária. Um filme que abraça a modernidade, mas seu real valor é deixado de lado, uma verdadeira decepção. É preferível ler o livro de Jane Austen e esquecer que esse filme sofrível existe.

 


Persuasão

Persuasion


Lançamento: 15 de julho de 2022

Gênero: Drama, Romance

Elenco: Dakota Johnson, Cosmo Jarvis, Nikki Amuka-Bird, Henry Golding

Direção: Carrie Cracknell

Onde ver: Netflix


 

NOTA DO CRÍTICO: 3,0

 

Veja o trailer de 'Persuasão':


 



69 visualizações0 comentário
bottom of page