top of page

Chico César critica ataques ao Nordeste: "Aqui é um lugar inovador e de muita bravura"

O músico lançou o disco 'Vestido de Amor' com um forte apelo político


'Vestido de Amor' chegou ao streaming em 23 de setembro de 2022, o novo disco do cantor, compositor e jornalista brasileiro Chico César, chega banhado por um forte cunho político. Chico abre fronteiras e quebra barreiras fazendo uma extensão entre a África e o Nordeste.

 


 

Seu novo trabalho, visa estabelecer essa conexão em 11 faixas autorais escritas pelo artista onde ele mescla amor e política. Detalhes que, por hora, acabam gerando algumas divergências entre alguns fãs desavisados. Porém, se engana quem pensa que isso é proposital, o músico já deixou claro que une os dois temas como um ato político para mover as pessoas do lugar, fazer com que elas raciocinem, pensem no agora e no amanhã.


"Faço canções de amor que são profundamente um ato de protesto político e socioeconômico, entretanto, minhas músicas são amorosas," revela o compositor que possui uma voz ativa contra a massa bolsonarista no país.


Apoiador declarado e convicto de Lula (PT), César aposta na vitória do petista no segundo turno das eleições para presidente. Entretanto, deixou um aviso em forma de alerta aos eleitores do PT, para terem paciência porque não será apenas apertando o 13 que as coisas irão mudar, o Lula de hoje, vem como o pacificador e não o revolucionário de 2003. "A maior missão dele, será restabelecer a nossa preciosa democracia no Brasil, algo importante para nosso povo e que foi jogado na lama pelo atual governo."

 


 

César já ocupou a cadeira de Secretário da Cultura da Paraíba, sempre priorizou e defendeu a importância da cultura em nosso país, portanto, no atual momento ele se diz mais preocupado com a fome que voltou a assolar o Brasil. "Precisamos nos unir e trabalhar muito para tirar mais de 33 milhões de pessoas da condição de pobreza e abaixo [dela]," acrescentou o músico de 58 anos.


Falando sobre os ataques xenofóbicos contra o Nordeste após colocar Lula na frente para o segundo turno das eleições, Chico afirma que uma parcela da população brasileira é erradamente e mede o mundo com o próprio umbigo. "A população do Nordeste é um povo culto e avançado, um lugar de muita luta e bravura que possui uma consciência política muito plena. A independência do nosso Brasil e abolição da escravatura ganhou força e começou na Bahia."

 


 


 

22 visualizações0 comentário
bottom of page