top of page

Brian Cox acredita que a reviravolta da 4ª temporada de 'Succession' aconteceu "muito cedo"

CUIDADO COM SPOILER.

Brian Cox na estréia de 'Succession' da HBO Max em Madri Getty: Images


Brian Cox expressou sua opinião sobre uma das principais reviravoltas da 4ª temporada de Succession, dizendo que o grande momento ocorreu muito rápido. Ele se refere ao terceiro episódio, no qual o personagem interpretado por Cox, Logan Roy, sofre um desmaio inesperado e morre durante uma viagem para se encontrar com Lukas Matsson (interpretado por Alexander Skarsgård) na Suécia.


A morte de Logan, que aconteceu fora da tela, serviu como um grande abalo para a série, deixando seus filhos lutando para assumir o controle de Waystar Royco.



Cox reconheceu que a reviravolta foi executada de "uma maneira bastante brilhante", mas que ele pensou que o criador Jesse Armstrong "decidiu fazer Logan morrer, acho que no final das contas é muito cedo".


Em conversa com Amol Rajan, da BBC, o ator disse que inicialmente viu a decisão de matar Logan "erroneamente, como uma forma de rejeição".


“Eu estava bem com isso, mas me senti um pouco rejeitado. Eu me senti um pouco, 'Oh, todo o trabalho que fiz'”, disse Cox.



Em uma entrevista separada com Barley, Cox ecoou esses sentimentos, dizendo que estava "bem com o que aconteceu e feliz por ter terminado", mas acrescentou que "teria feito isso mais tarde".


Ele explicou: "A meu ver é estranho sentir falta do protagonista principal desde tão cedo, mas somos reféns dos roteiristas em situações como esta."

8 visualizações0 comentário
bottom of page