top of page

'Blade' da Marvel pausa produção devido a greve dos roteiristas

A próxima sequência, estrelada por Mahershala Ali, também perdeu recentemente seu diretor.

CRÉDITO: JC Olivera/FilmMagic


A continuação do filme Blade da Marvel Studios foi interrompida mais uma vez, devido à greve em andamento dos roteiristas. Este novo atraso ocorreu após uma pausa anterior no final do ano passado, quando o diretor Bassim Tariq deixou o projeto e as filmagens, que estavam agendadas para começar em Atlanta em novembro, foram adiadas até maio.


No entanto, agora a produção foi novamente arquivada devido à ação do Writers Guild of America (WGA). O filme, estrelado por Mahershala Ali, está em espera até que o impasse seja resolvido, segundo o portal The Hollywood Reporter.



O lançamento do filme, que estava previsto para o dia 3 de novembro de 2023, foi postergado para o dia 6 de setembro de 2024. Não há informações definitivas sobre o impacto desse novo adiamento no cronograma da estreia.


Conforme relatado pelo The Hollywood Reporter, a interrupção inicial da produção no ano passado teve como propósito permitir ao estúdio encontrar um novo diretor e acertar outros aspectos do projeto antes de recomeçar os trabalhos do filme.


A saída de Tariq como diretor foi citada como “devido a mudanças contínuas em nosso cronograma de produção”, de acordo com a Marvel. “Bassam não está mais avançando como diretor de Blade, mas continuará como produtor executivo do filme”, acrescentou o comunicado.



Em uma declaração separada, Tariq disse: “Foi uma honra trabalhar com o pessoal maravilhoso da Marvel. Conseguimos reunir um elenco e equipe matadores. Ansioso para ver onde o próximo diretor leva o filme.”


Na terça-feira, dia 2 de maio, a greve da WGA foi oficialmente iniciada depois de semanas de tentativas frustradas de negociação com a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP). O sindicato dos roteiristas publicou um documento descrevendo as discrepâncias entre os projetos projetados por eles e as ofertas feitas pela AMPTP, que foram a causa da greve. Esta é a primeira greve em Hollywood em 15 anos.

17 visualizações0 comentário
bottom of page