top of page

Atriz de ‘House Of The Dragon’ fala sobre o papel mais central das mulheres após ‘Game Of Thrones’

Atualizado: 25 de ago. de 2022

“Esta é uma narrativa amplamente estruturada em torno de duas mulheres”

CRÉDITO: Sky/HBO

A atriz de ‘A Casa do Dragão’ Emma D’Arcy, falou sobre o universo da nova série derivada do universo de Game Of Thrones, e disse que é uma narrativa mais central nos papéis das mulheres.


Emma, que não é binária, faz o papel da princesa Rhaenyra Targaryen na nova prequela da HBO, e falou mais sobre a posição das mulheres no programa.


Durante a entrevista para o portal da NME, surgiu o assunto sobre a citação do co-estrela Steve Toussaint, onde ele falou que House Of The Dragon foi realizado pós-MeToo, dado o papel mais relevante e central das mulheres, D’Arcy sugeriu que não foi “por acidente”.


“[Os showrunners] Ryan [Condal] e Miguel[Sapochnik] disseram com muita clareza e determinação para nós duas, mesmo no meio do processo de audição, dizendo que esta é uma história estruturada em torno de duas mulheres”, disseram eles.


“E Miguel disse algo sobre isso ser uma razão boa o suficiente para retornar a Westeros, que é um universo que exige tanto respeito que ele precisava de uma boa razão para enfrentar a jornada de retorno.”


D’Arcy e sua colega Olivia Cooke também falaram sobre o que mais surpreenderá as pessoas na série, esta última admitindo o quão “íntimo” é. “É uma escavação tão íntima dessa família”, disse Cooke. “Há uma proximidade real.”


D’Arcy ainda argumentou: “Dentro desse ambiente familiar, a série é bastante corajosa e exigente em sua investigação de quão estrutural é o patriarcado. Existe uma base fundamental até mesmo dentro de uma unidade familiar. Acho que é uma investigação realmente ousada sobre como a desigualdade de poder distorce a agência.”


A Casa do Dragão acompanha a dinastia Targaryen 200 anos antes dos eventos de Game Of Thrones, e recebeu ótimas críticas iniciais.

 

123 visualizações0 comentário
bottom of page