top of page

'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante' um filme que traz diversão, emoção e inovação para a franquia

'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante' é um filme animado que traz ares de nostalgia para os fãs e sorrisos de felicidade para os iniciantes.

Foto: Divulgação.


Cowabunga! Hora da pizza! Não conhece essas frases? Calma, vou explicar tudo com os devidos detalhes. E sim, pode relaxar, pois isso é uma resenha de filme. O texto abordará uma resenha precisa de 'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante', o novo filme que explora o universo das Tartarugas Ninja, um grupo de tartarugas adolescentes que lutam contra o crime usando artes marciais e amam comer pizza. Ficou curioso? Este texto apresentará o filme e esse universo com todo carinho para você que está lendo.


'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante' nos introduz a Leonardo, Michelangelo, Rafael e Donatello, quatro tartarugas antropomórficas que vivem nos bueiros da cidade de Nova York. Elas adoram pizza e são treinadas em artes marciais pelo Mestre Splinter, que é pai e mestre delas. Com a ajuda de April O’Neil, uma nova amiga, elas combatem o crime e enfrentam uma misteriosa organização maligna que possui um exército de mutantes.




Para compreender mais detalhes dessa produção, é importante salientar que as Tartarugas Ninja tiveram seus nomes inspirados em quatro geniais artistas italianos do Renascimento (Leonardo da Vinci, Michelangelo Buonarroti, Rafael Sanzio e Donatello Bardi) e tiveram sua criação oficializada nas histórias em quadrinhos por Kevin Eastman e Peter Laird. Sua primeira aparição foi em 1984, na edição 'Teenage Mutant Ninja Turtles #1', publicada pela Mirage Comics. Os quadrinhos logo se tornaram um sucesso, dando origem a séries animadas, brinquedos, videogames e filmes. São ícones da Cultura Pop mundial. É nesse contexto que 'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante' é inserido.


Um filme animado que traz ares de nostalgia para os fãs e sorrisos de felicidade para os iniciantes. O longa foi produzido no estilo de 'Homem-Aranha: No Aranhaverso', dinâmico, eletrizante e emocional, com cenas cheias de cores, sensibilidade e interatividade que nos fazem sentir dentro daquele universo, acolhidos.

Outro ponto relevante é o visual e o perfil de alguns personagens, que estão diferentes do design original. Essa mudança não trouxe incômodo aos olhos, mas sim um olhar aberto para a diversidade de forma interessante. Isso pode criar empatia com as mudanças, atendendo a diferentes públicos sem perder a originalidade e o humor característico.



A trilha sonora utiliza canções de 'Tony Hawk's Pro Skater', um jogo de skate inesquecível que marcou o final dos anos 1990 e o início dos anos 2000, dinamizando a jogabilidade do game em cenários tridimensionais.


Seth Rogen, apaixonado pela franquia, produziu com James Weaver e Evan Goldberg, trazendo um respeito enorme e um trabalho aplausível, mostrando bem as características de cada personagem e destacando humanismo coerente para cada um. Fazendo disso uma exaltação ao roteiro de Brendan O'Brien. As dublagens, em inglês ou português, estão excelentes. É possível sentir a empolgação de todos os envolvidos, demonstrando o quanto o filme é empolgante e admirável.



Em resumo, 'As Tartarugas Ninja: Caos Mutante' é um filme divertido, engraçado e excelente, atraindo tanto fãs quanto quem as está conhecendo. O filme tem potencial para continuação, mas independentemente disso, exalta sua leveza, cores vibrantes, cenas e interações, tornando a história eletrizante e envolvente do início ao fim.


Agora que você leu este texto, peço apenas que saboreie uma pizza do seu sabor favorito e admire esses heróis cascudos, criaturas animadas e inesquecíveis.

 

As Tartarugas Ninja: Caos Mutante

Teenage Mutant Ninja Turtles: Mutant Mayhem


Gênero: Animação, Comédia

Ano: 2023

País: EUA

Direção: Jeff Rowe, Kyler Spears

Roteiro: Brendan O'Brien

Elenco: Nicolas Cantu, Shamon Brown Jr. , Micah Abbey, Brady Noon, Ayo Edebiri.

Goldberg

Duração: 99 min


 

NOTA DO CRÍTICO: 9,0

 

Trailer:


144 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page