top of page

Andreas revela que a discussão sobre o fim do Sepultura durou dois anos e teve ciência de Patrícia

Atualizado: 11 de dez. de 2023

Segundo o guitarrista, o resultado final é extremamente positivo.

Andreas Kisser
Imagem: Divulgação


Durante a coletiva de imprensa para anunciar a turnê "Celebrating Life Through Death" na última sexta-feira (8) em São Paulo, Andreas Kisser compartilhou que a decisão de realizar uma turnê de despedida do Sepultura foi discutida internamente ao longo de dois anos. Ele mencionou que sua esposa, que faleceu em julho de 2022, tinha conhecimento dessa ideia.


Ao responder uma pergunta da imprensa presente, o músico reconheceu que essa experiência foi fundamental para ganhar o fôlego necessário para encerrar esse capítulo. Ele também ressaltou a importância significativa de sua amada não apenas em sua própria vida, mas na vida de todos que estiveram envolvidos com o grupo.



"Claramente, minha experiência pessoal desempenhou um papel significativo nisso - a percepção da finitude, a ressignificação das coisas, a abertura de novas portas e mudanças. Achei que trouxe uma nova vida a tudo o que estou vivenciando, tanto pessoalmente quanto com a banda. Patrícia tinha uma conexão profunda com todos nós; não apenas com a banda, mas também com a equipe. Ela verdadeiramente agregava e desempenhou um papel crucial em nossa história. Então, pareceu totalmente apropriado iniciar essa conversa com todos. Nós moldamos isso, e é por isso que estamos aqui hoje fazendo esse anúncio."


Patrícia Perissinotto Kisser faleceu aos 52 anos, após lutar contra um câncer de cólon. Ao lado de Andreas, ela teve três filhos: Yohan, Giulia e Enzo. Recentemente, a família tem se dedicado a iniciativas relacionadas a cuidados paliativos para pacientes em estado terminal, e também têm se envolvido na causa da eutanásia. Essa temática foi abordada inclusive no comunicado oficial que anunciou o encerramento da banda.


Segundo o guitarrista, o resultado final é extremamente positivo.


"Estamos contentes e expressamos nossa profunda gratidão por tudo que se desenrolou em nossa trajetória. Produzimos álbuns excepcionais, realizamos shows memoráveis, cultivamos amizades duradouras, conhecemos nossos ídolos, contribuímos para colocar o metal brasileiro no cenário global e, agora, nos despedimos da cena com a sensação de missão cumprida."



Turnê de despedida do Sepultura


  • 1º de março de 2024 – Belo Horizonte (Arena Hall)

  • 2 de março de 2024 – Juiz de Fora (Estac. do Cultural)

  • 9 de março de 2024 – Brasília (Arena Lounge)

  • 15 de março de 2024 – Uberlândia (Castelli)

  • 21 de março de 2024 – Porto Alegre (Araújo Vianna)

  • 22 de março de 2024 – Curitiba (Live)

  • 23 de março de 2024 – Florianópolis (Arena Opus)

  • 06 de setembro de 2024 – São Paulo (Espaço Unimed)


193 visualizações0 comentário
bottom of page