Adrien Brody revela que nova cinebiografia de Marilyn Monroe causará “muita contestação"

'Blonde' atraiu atenção por adquirir classificação restritiva NC-17 nos EUA

CRÉDITO: Jeff Kravitz/FilmMagic/Netflix

O ator Adrien Brody brincou e antecipou que o filme biográfico sobre Marilyn Monroe da Netflix, Blonde, vai causar "muita contestação e controvérsia" quando estrear no final do ano na plataforma de streaming.


Dirigido por Andrew Dominik (The Assassination Of Jesse James By The Coward Robert Ford) e baseado no romance de Joyce Carol Oates, Blonde foi explicado como uma história que repensa a estrela de Hollywood e “embaça as linhas de fato e ficção”.


Em uma entrevista concedida na semana passada (22), para Deadline, Brody – que interpreta o marido de Monroe e o gigante literário Arthur Miller no filme – brincou que “haverá alguma controvérsia” em torno do filme biográfico ficcional (via The Independent).


O filme vem chamando a atenção nos últimos meses por adquirir uma classificação restritiva NC-17 nos EUA. Conforme relatado pelo Screendaily em fevereiro, a editora Jennifer Lame (Tenet) foi convidada no início do ano passado para “conter os excessos do filme”.


A sinopse do filme diz: “Blonde reimagina corajosamente a vida de um dos ícones mais duradouros de Hollywood, Marilyn Monroe. De sua infância volátil como Norma Jeane, através de sua ascensão ao estrelato e envolvimentos românticos, Blonde confunde as linhas de fato e ficção para explorar a crescente divisão entre seu eu público e privado.”


Ao lado de Ana de Armas, que vai interpretar Monroe, o elenco do filme inclui Bobby Cannavale, Julianne Nicholson, Xavier Samuel e Evan Williams.


Confira o trailer de Blonde abaixo.


 

29 visualizações0 comentário