top of page

A The Zutons expressou sua satisfação com a versão de Amy Winehouse para "Valerie", chamando-a de "presente divino"

A banda pouco tempo atrás fez um retorno com o single “Creeping On The Dancefloor”.

The Zutons
Imagem: Reprodução


O líder da The Zutons, Dave McCabe, mostrou a sua total admiração com a interpretação icônica de Amy Winehouse e Mark Ronson de sua música “Valerie”, afirmando que foi um "presente divino". A banda pouco tempo atrás fez um retorno com o single “Creeping On The Dancefloor”, lançado em janeiro como sua primeira música nova em 16 anos.


Durante uma entrevista recente na Radio X, McCabe compartilhou como a versão de “Valerie” os manteve na consciência pública, enquanto estavam inativos como banda, mesmo que tenha demorado para as pessoas reconhecerem que a música era originalmente deles, "Na minha perspectiva, foi como um presente divino, e eu estava lá para recebê-lo", afirmou.



"A banda estava lá para recebê-lo... e algumas pessoas perguntam, 'Você ficou irritado quando ela pegou sua música?' E eu disse, 'Bem, não exatamente, porque ela simplesmente eternizou tudo.' Entende? Já era uma música grandiosa, mas aquilo a elevou para um patamar totalmente novo."


McCabe admitiu que, em certas ocasiões, se sentia um pouco desconfortável em relação à música, especialmente quando o foco das pessoas era sobre seus ganhos financeiros em relação a tudo isso. No entanto, atualmente, ele não guarda ressentimentos em relação à música e acredita que ela transcendeu a própria banda.



The Zutons retomou suas atividades em 2018, porém, o mais recente trabalho de estúdio da banda é "You Can Do Anything", lançado em 2008, vindo após "Tired of Hanging Around" de 2006. Este último álbum ficou conhecido principalmente pela música "Valerie", posteriormente interpretada por Amy Winehouse.






13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page